Não é novidade para ninguém que o dinheiro é algo muito importante para a vida humana, e que sem ele fica difícil sobreviver, e conseguir manter coisas básicas como alimentação, saneamento básico, vestimenta, educação e outras coisas.

Saia das dívidas

Grande parte da população do Brasil vive em uma situação de baixa renda, onde o dinheiro que entra todo mês serve apenas para o básico do básico, e muitas vezes nem para isso.

Os preços altos das coisas, a inflação, o baixo salário e a quase inexistente possibilidade de aumentar ele são alguns fatores que influenciam as pessoas a comprarem mais do que podem e, consequentemente, a se endividarem.

Em julho de 2017, o número de inadimplentes era de 61 milhões de pessoas. Todas essas pessoas acabaram comprando coisas fora de seus orçamentos e de suas possibilidades, e assim contraíram dívidas que se tornam maiores a cada dia, ou mês, dependendo dos juros cobrados.

Sendo assim, quando as dívidas e as cobranças batem à porta, o desespero chega e muitos não sabem o que fazer, pois não têm dinheiro para arcar com o que precisam, e são pouquíssimos os bancos que cedem empréstimos para devedores.

Se esse é o seu caso, não se preocupe, pois este post foi feito exatamente para te dar 7 dicas muito simples e fáceis que vão te ajudar a sair dessa situação, e conseguir sua estabilidade financeira novamente em suas mãos.

Então, se você está se afundando em contas e cobranças, fique atento ao que será passado aqui, leia e analise o que se encaixa melhor para você e sua situação atual, e siga os passos para se recuperar.

1.Chegue em um total.

Antes de tudo, o primeiro passo para se sair de uma vida cheia de dívidas é saber o quanto realmente se deve. Por isso, antes de tentar qualquer coisa, sente e some suas contas uma a uma, incluindo juros e outras tarifas, e veja o quanto você realmente deve.

Assim, fica mais fácil planejar como cada coisa será paga, se será de forma parcelada ou total, em quanto tempo, com qual valor e etc. Você mesmo pode fazer seu planejamento financeiro.

2.Planeje.

Por falar em planejamento financeiro, essa é uma das partes mais importantes para quem está devendo e deseja sair dessa situação. Planeje o quanto vai gastar, onde e porquê, lembrando de colocar somente o necessário nesse planejamento.

3.Anote tudo.

Depois de planejar é necessário também anotar os gastos dia a dia, para conferir se o que foi proposto está sendo seguido, e se não, como pode melhorar.

4.Trabalhe como freelancer.

Muitos sites como Workana ou 99Freelas oferecem trabalhos freelancer, ou “bicos” na Internet, e podem ser uma boa opção para aumentar a renda em casa mesmo.

5.Seja o seu próprio freelancer.

Se não conseguir arranjar nenhum trabalho online, faça o seu próprio. Venda doces, salgados, artesanatos ou que mais você souber, consiga público e prospere.

6.Renegocie a dívida.

Existem muitas opções de renegociar sua dívida e fazer com que ela diminua, portanto tente pensar nisso antes de sair pagado um valor exorbitante e impossível.

7.Tente um empréstimo.

Se nenhuma dessas opções funcionar, tente um empréstimo em alguma financeira, que normalmente são mais flexíveis e liberam crédito para devedores.

loading...

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here