Será que você sabe se concentrar no agora?

0
609

Se concentrar no agora e aproveitar o momento, ou fazer dele produtivo, é a melhor forma de manter uma mente sadia.

Temos a impressão de que, com o passar dos anos, o tempo simplesmente começa a voar, a passar exponencialmente mais rápido do que passava quando éramos crianças. Um dos motivos pelos quais mantemos essa percepção é a forma como enchemos nossa cabeça, e como aproveitamos o exato momento em que estamos vivendo.

Quando não temos responsabilidades, pressões, obrigações, preocupações, traumas, enfim, uma mente muito menos maltratada e ainda fresca, nos damos conta do que estamos fazendo, aproveitamos cada pique na brincadeira do pega-pega, as experiências com os professores, com os coleguinhas de classe, com a própria família.

O tempo passa e o acumulo de informações, algumas não tão saudáveis como gostaríamos, fazem com que passemos a desconfiar de quase tudo. Adeus inocência, temos agora trocentas coisas que queremos resolver, controlar, estamos menos no presente e muito mais no passado e no futuro. A forma como concebemos o tempo acaba jogando contra a nossa própria vivência.

Para começarmos a entender o presente, é mais do que necessário desapegar um pouco do que já aconteceu e do que pode vir a acontecer. Deixar com que a vida se desenrole é a melhor alternativa, mas sempre procurando corrigir erros e se planejar, pelo menos um pouquinho, para o futuro.

Foco

Outros motivos mais práticos atrapalham nossa concentração no que está se passando na frente de seus olhos, na vida real. O excesso de influências que as tecnologias nos oferece também atrapalha, assim como a falta de treinamento do cérebro, que funciona como um músculo qualquer.

Quanto tempo você consegue ficar na frente de um livro, sentado, com total atenção ao conteúdo dele? As pessoas já não conseguem fazer mais isso, sem pegar o celular que, geralmente, está ao alcance da mão, para ver se chegou alguma nova mensagem.

A primeira atitude que devemos tomar é exatamente essa. Afaste o celular, deixe que alguém ligue, se houver real necessidade de contar com você naquele momento. Junto dela, nada melhor do que a prática. Tente ler ou realizar qualquer outra atividade com foco total naquilo, todos os dias. Aos poucos, a necessidade de ficar colado nos gadgets diminui.

Pequenos desfrutes

Procure perceber cada momento que será vivenciado, cada sabor, cada sentido. Se nos esforçarmos para manter a atenção ao que está acontecendo naquele exato momento, aos poucos transformaremos isso em algo natural dentro de nossa rotina.

A refeição, por exemplo, não pode se tratar apenas de colocar toda a comida para dentro. Da preparação ao cafezinho que finaliza a cerimônia, tudo deve ser desfrutado. É difícil de colocar em prática se os nossos dias são frenéticos, o que não nos impede de elaborar uma boa refeição para levar, e aproveitá-la com calma, sempre que possível.

Acalmar a mente é a forma definitiva não apenas para se concentrar no agora, mas de aproveitá-lo. Deixar com que o tempo realmente voe, como adoramos falar, é um erro que não tem volta.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here