6 motivos para começar a pegar mais leve na “birita”

0
751

Não é porque as bebidas alcóolicas são consideradas legais que podemos abusar do consumo. Depois dessa lista, certamente você pensará duas vezes antes de beber exageradamente.

Bares, restaurantes, postos, mercados, em qualquer lugar é possível encontrar ao menos uma geladeira ou prateleira com um amontoado de bebidas alcóolicas e, com mais de 18 anos (as vezes nem isso), você pode levar a quantia que quiser para casa. Pelo fato de serem liberadas pelo governo e constantemente divulgadas através de todos os tipos de propaganda possíveis, acabamos esquecendo que também se trata de uma droga.

Completamente inseridas na sociedade, acabam destruindo famílias em proporções muito mais quantitativas do que as drogas pesadas e ilícitas. Sabemos que a cervejinha no final de semana é sempre vista com ótimos olhos, não podemos negar o efeito relaxante de uma boa caipirinha, mas é nossa obrigação criar responsabilidade suficiente para não deixar que a bebida alcóolica acabe influenciando negativamente em nossa vida e na daqueles que estão por perto.

Vício aceito

Se tornar um “beberrão” em sua turma de amigos é, muitas vezes, visto como uma conquista, principalmente aos mais novos. O problema é deixar a alcunha de lado, assim como a garrafa de vodca. Ao criarmos um hábito, uma rotina de bebedeira constante, é sempre muito difícil largá-lo, ainda mais quando é tão fácil de arrumar o produto pelo qual nos viciamos.

Beber como se não houvesse amanhã todas as noites em que decidir sair de casa pode parecer um ato de rebeldia no início, de atitude, mas depois de um tempo, o estigma que acaba ficando é o de irresponsável e inconveniente.

Danos à saúde

A lista de complicações e doenças que podemos ter em decorrência do consumo desenfreado de bebidas alcóolicas é extensa e preocupante. Muitos jovens tem falecido de câncer no fígado nos últimos anos, sem falar na potencialização da hipertensão, de diabetes, de outros tipos de câncer, enfim, de uma infinidade de problemas.

Acidentes de trânsito

Vai ano e volta ano, vemos que a quantidade de acidentes nas estradas durante o carnaval aumenta exponencialmente. Não é necessário dizer que álcool e direção não combinam, mas talvez seja sim começar a agir com mais intensidade no combate a esse tipo de acidente.

Motoristas embriagados podem acabar não apenas com sua própria vida e de seus familiares, mas com a de pessoas que não tinham absolutamente nada a ver com a quantidade de álcool que o eles ingeriram. O cenário é triste, e os números de mortes nas vias e estradas têm sido cada vez maiores.

Personalidade alterada

Levar uma vida desfigurada pelos efeitos do consumo excessivo de álcool pode fazer com que você perca todo o apetite que tem por ela. Enquanto o efeito bate, as coisas até parecem se ajeitar, quando o dia seguinte chega, o ânimo vai para o chão, o corpo se mantêm inerte.

Pessoas que fazem das bebidas alcóolicas suas principais companheiras acabam afetando a vida de todos os mais próximos. Não é incomum traços de agressividade aparecerem nos mais assíduos, assim como lapsos gigantes de memória e outras tantas crises. Faça um favor a si mesmo e aos que você ama, se mantenha longe do alcoolismo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here